Paz é Servir, Servir é ROTARY

Ao longo dos tempos, o homem sempre buscou sua sobrevivência e a paz, desde a época do “Homem das Cavernas”. Ele as deixou para se instalar à beira de rios e córregos ou no alto dos morros, sempre pensando em sua sobrevivência, segurança e qualidade de vida. Nunca houve e nem haverá paz plena, se não houver equilíbrio social, econômico e político entre os povos, condição sine qua non para existência de paz.

Rotary nasceu há mais de cem anos da necessidade do homem se comunicar entre si, em um ambiente de amizade, companheirismo e mútua confiança, nas relações profissionais e comerciais, quando a violência e todo tipo de delito
imperava na cidade de Chicago, que lhe serviu de berço. Não foi por acaso que seu fundador, Paul Harris, disse: “o Rotary é um mundo em paz, em miniatura”, quando à época existiam 200 mil associados espalhados pelo mundo.

Paz, servir e Rotary são palavras, que se entrelaçadas ou não, nos levam a reflexão do significado de cada uma, juntas ou isoladamente, sobre a necessidade imperiosa do homem de colocá-las em prática, para o bem das comunidades e para o seu próprio bem. Paz é ausência de conflito, é calma, tranquilidade. Servir é ser útil a alguma coisa, a alguém em algum lugar, e Rotary é tudo isso junto.

Nós, rotarianos, fora ou dentro do Rotary, nos diferenciamos dos outros pela capacidade de servir. Pela paz de espírito que cultivamos, para o Dar de Si Antes de Pensar em Si. Rotary, mais do que um clube de serviço ao qual pertencemos, é uma escola de vida que nos ensina e recomenda praticar a ética, cidadania, amizade, companheirismo e tudo de bom que enobrece e dignifica o homem em busca da Paz Através do Servir.

SERAFIM CARVALHO MELO
Governador 2010-11 do Distrito 4440
e Associado ao Rotary Club de Cuiabá-MT